Compartilhe no Google+ e Twitter

15 de jun de 2012

Algumas Expressões Populares e Suas Significações


Publicamos neste post do blog Conta Outra Algumas Expressões Populares e Suas Significações. 

expressões populares e sua significações


Expressões populares são aquelas conhecidas frases que as pessoas dizem no dia a dia delas. Algumas se tornam muito conhecidas. Outras não.

Geralmente mostram o resumo de um acontecimento ou de algo que está por vir.

Vamos a elas:

1. Cabra da peste – Individuo valente, disposto para toda e qualquer obra, digno de admiração por qualquer motivo.

2. Cabra da rede rasgada – Individuo desabusado, atrevido, insolente. Aquele cara que chega num lugar já botando banca. Fez todo mundo prestar atenção nele. Se brincar, até trabalhar pra ele, em troca de nada.

3. Comer o pão que o diabo amassou – Sofrer muito, padecer diante dos homens, sem dinheiro para comprar objeto algum. Fulano vai comer o pão que o diabo amassou. Ou seja, vai sofrer mais do que merece.

4. Dar com os burros n’água – Perder um negócio. A pessoa se prepara paga ganhar um bom dinheiro, mas quando chega a hora descobre que foi enganado. Ou seja, que de com os burros n’água.

5. Fazer mão de gato – O popular vício de roubar. Fulano só faz mão de gato. Isto é, fulano só rouba.

6. Olho da rua – Lugar desconhecido para onde se manda alguém expulsando-o do lugar onde ele está. Fulano vai para o olho da rua. Ou seja, vai embora do lugar em que está. Coitado desse fulano!

7. Olho de lince – Expressão popular para designar alguém que enxerga de longe. O camarada tem olho de lince. Não adianta esconder nada dele que ele vê. Ah, aquele Zinho enxerga de longe.

8. Olho de vaca laçada – Habito que certas pessoas têm de andar com a vista baixa. Isto é, olhando para o chão.

9. Botar o olho grande em – Cobiçar as coisas alheias. Ficar com inveja do carro novo do amigo. Da moto do vizinho e desejar urgentemente um igual.

10. Lavar a égua – Alcançar vitória por contagem muito elevada. Ganhar muito dinheiro de uma vez só. Seja no jogo, no turfe, nas apostas lícitas e ilícitas. Dizemos que fulano lavou a égua. Isto é, ganhou muito dinheiro. Significa também desfrutar ao máximo uma situação vantajosa.

11. Levantar as mãos aos céus – Agradecer a Deus por uma graça recebida. Agradecer a Deus por um benefício que lhe foi concedido. Estar feliz e agradecido por tudo o que recebe no dia a dia.

12. Meter a mão em cumbuca – Cair em conversa fiada. Deixar-se enganar feito um otário. Entrar em encrenca de graça. Criar confusão de uma hora para outra, sem motivo aparente.

13. Meter pelos olhos adentro – Obrigar uma pessoa a comprar objetos, por meio de importunações, insistências e outros meios de persuasão.

14. Macaco em loja de louça – Expressão popular para designar uma pessoa que anda muito desajeitada.

15. Não ter no cu o que periquito roa – Significa ser muito pobre. Isto é, a pessoa é tão pobre que nem naquele lugar tem nada. Também, né, não come o suficiente.

16. Pé na cova – Expressão popular que designa uma pessoa que está prestes a morrer. Doente que está, de acordo com a opinião dos médicos, já à beira da morte.

17. Pendurar as chuteiras – Expressão popular para indicar a pessoa que quer se aposentar. Fulano já está em ponto de pendurar as chuteiras.

18. Rente como o pão quente – Com toda a assiduidade ou pontualidade. Isto é, uma pessoa assim é sempre pontual. Não se atrasa nunca. O cara é rente como o pão quente. Se bobear, chega antes da hora. Se você acha que vai se atrasar, marque para ele chegar mais tarde.

19. Por suspensório em cobra – Quando a pessoa arrisca a vida a realizar um empreendimento muito difícil. Muito arriscado ou muito perigoso.

Algumas das expressões conhecidas são meio chulas. Outras são chulas demais. Só uma delas passou aqui. Adivinha qual?


Fonte: Dicionário Aurélio
Editora: Nova Fronteira

0 comentários:

Postar um comentário

Compartilhe no Google+ e Twitter

Design e Ilustração por: ChucK Templates