Compartilhe no Google+ e Twitter

4 de jun de 2013

Fragmentos de Conversas da Turma do Chaves



Histórias de leros: Fragmentos de conversas da turma do Chaves

Seu Barriga disse um dia pro seu Madruga que ficar cobrando ele todos os dias e ele ficar devendo 14 meses todos os dias (já notou que seu Madruga deve sempre 14 meses?) é entediante demais.

Seu Madruga então perguntou pro seu Barriga:

- O que é entediante?

- Aquilo que entedia.

- E o que entedia?

- Aquilo que é entediante.

Você sabe que a conversa entre eles sempre acaba porque aparece no pátio sempre o Chaves ou o Kiko. Ou ainda os dois juntos e atrapalham a conversa de seu Barriga com seu Madruga. Com isso seu Barriga vai cobrar outros moradores e deixa seu Madruga em paz. Bem, mais um dia.

Certo dia, um ladrão aparece na vila e os moradores pensaram que fosse o pobre do Chaves o ladrão. Pensaram porque ele mora num barril. Só não pensaram que se fosse ele o ladrão teria pelo menos dinheiro para comprar o delicioso sanduíche de presunto, que ele tanto gosta.

Pois bem, pois bem, aconteceu de o Chaves decidir ir embora. Juntou suas poucas roupas numa trouxinha. Pôs a trouxinha na ponta de um cabo de vassoura. Este no ombro e disse que ia embora.

Espera aí... Chaves ir embora! Sem ele o seriado acaba. Pois bem, pois bem, mas Chaves realmente foi. Os moradores viram ele transpor o portão e desaparecer de cena.

Kiko encostou a cabeça na parede de tijolo à mostra e chorou.

Dona Florinda foi ver porque ele chorava. Ela disse (meiga como sempre):

- Kiko, meu Tesouro, por que está chorando? O que aconteceu com você?

Kiko respondeu (ainda chorando, é claro):

- Estou chorando por causa do Chaves.

- Como está chorando por causa do Chaves? Se ele nem está aqui... Chaves foi embora, se esqueceu? Agora ele não bate mais em você.

- Eu sei, mamãe. É por cauda dele que eu tô chorando. Chaves foi embora e eu tô chorando de saudade.

- Ora, Tesouro. Você devia ficar alegre. Sem o Chaves você não tem ninguém pra brigar com você.

- Mas é que eu tô com saudade do Chaves, mãe.

Coitada de dona Florinda. Coitada porque ela sempre sabe que com o seu Tesouro não adianta discutir. Ele diz que quer e quer e ela faz de tudo para satisfazer os desejos dele.

...

O tempo passou na vida. Chaves realmente desapareceu.

Entretanto, um dia, para alegria de Kiko, chaves voltou.

Kiko o abraçou demoradamente. Quase beijou o Chaves. Dona Florinda deve ter ficado até preocupada. Talvez pensando: “Kiko! Não me diga que você...” Ah, deixa pra lá!

Quando Chaves retornou encontrou Kiko brincando sozinho, dona Florinda estendendo roupa no varal e seu Madruga acabando de chegar.

Chaves disse o motivo de ele ter voltado:

- Eu voltei porque não sou o ladrão.

Seu Madruga se entusiasmou:

- Muito bem, Chaves. Eu já estava preocupado. Mas se você diz que não é o ladrão...

Só que Chaves falou:

- Eu não sou o ladrão, mas sei que é o ladrão.

Dona Florinda perguntou:

- Então, nos diga quem é o ladrão.

Chaves explicou:

- O ladrão é aquele que roubou.

Seu Madruga fez aquela cara de zangado, mas se aquietou e disse:

- Sim, Chaves. Se você sabe, diga quem é o ladrão.

Chaves disse:

- O ladrão é aquele que roubou.

- Está bem, Chaves, nós sabemos disso – disse dona Florinda. – Mas quem é realmente quem roubou?

Chaves respondeu:

- O ladrão.

Você já percebeu que esse diálogo vai bem longe, não vai? Pois é assim que a Turma do Chaves constrói histórias engraçadas e muitas vezes inocentes. Mas que pessoas do mundo inteiro gostam. Inclusive este marmanjo que vos escreve esta baboseira.


Gostou? Odiou? Comente sem machucar.


Postagem de Amorelindo para o blog Conta Outra Piada



Agradecemos-lhe por receber os: Feeds do Conta Outra Piada por e-mail. Por favor, dê ao blog seu voto de confiança ao Conta Outra. Curta a: Página de Fãs do blog Conta Outra Piada no Facebook.

0 comentários:

Postar um comentário

Compartilhe no Google+ e Twitter

Design e Ilustração por: ChucK Templates