Compartilhe no Google+ e Twitter

28 de mar de 2014

Cora Coralina entre doces contos e poesias

Cora Coralina entre doces, contos e poesias. Contista e poetisa do Estado de Goiás que se destaca na literatura brasileira.

Cora Coralina


Nome completo: Ana Lins dos Guimarães Peixoto Bretas

Cidade do nascimento: Cidade de Goiás

Estado do nascimento: Goiás

Data de nascimento: 20 de agosto de 1889

Data de falecimento: 10 de abrir de 1985

Cora Coralina é, portanto, pseudônimo da contista e poetisa Ana Lins dos Guimarães Peixoto Bretas.

Destacou-se na literatura brasileira como contista e poetisa.

Saber Viver - Cora Coralina

Saber Viver - Cora Coralina - Youtube
Música: Planeta Água
Cantor: Guilherme Arantes
Compositor: Guilherme Arantes

Primeiro livro: Poemas dos Becos de Goiás e Histórias Mais.

Seu primeiro livro só foi publicado em junho de 1965, quando ela já tinha quase 76 anos de idade.

Se você acha que não consegue escrever poesias, experimente escrever a primeira. Conte ao mundo ao menos uma linha do que passa no seu pensamento. Não diga nunca "Não Sei", a não ser que seja de maneira poética, do modo que Cora Coralina fez.

Não Sei - Cora Coralina

Não Sei - Cora Coralina - Youtube
Música: To Become a Butterfly
Piano: Ernesto Cortazar

Curso Camtasia

Poesia: Não Sei

Não sei... se a vida é curta...
Não sei...
Não sei...
se a vida é curta
ou longa demais para nós.

Mas sei que nada do que vivemos
tem sentido,
se não tocarmos o coração das pessoas.

Muitas vezes basta ser:
colo que acolhe,
braço que envolve,
palavra que conforta,
silêncio que respeita,
alegria que contagia,
lágrima que corre,
olhar que sacia,
amor que promove.

E isso não é coisa de outro mundo:
é o que dá sentido à vida.

É o que faz com que ela
não seja nem curta,
nem longa demais,
mas que seja intensa,
pura e verdadeira
enquanto durar.

Feliz aquele que transfere o
que sabe e aprende o que
ensina.
enquanto durar.

Como emagrecer de vez

Até, então, ela só era conhecida pelos seus doces.

Cora Coralina levava uma vida simples. Era doceira de profissão e sempre vivera longe dos centros urbanos.

É preciso saber viver, assim diz a famosa música cantada por Roberto Carlos. Nada que ver com o poema Saber Viver, da poetisa goiana Cora Coralina.

Saber Viver - Cora Coralina

Saber Viver - Cora Coralina - Youtube

Mesmo assim atraía pessoas de longe por causa de seus doces. Aproveitava, então, o aparecimento de visitas ilustres para mostrar seus contos, poesias e outros escritos.

A humildade é muito importante em tudo na vida. Até para escrever poesias.

Humildade - Cora Coralina

Humildade - Cora Coralina - Youtube

Podemos dizer, então, que Cora Coralina levava uma vida muito feliz de mulher simples e pacata, na cidade de Goiás.

Seus textos são ricos em fatos do cotidiano do interior brasileiro. Leia-os sempre que puder.

Siga o blog Conta Outra Piada no Twitter

Curta a página do blog Conta Outra Piada no Facebook

Eu quero receber novos posts do blog Conta Outra Piada em meu e-mail

0 comentários:

Postar um comentário

Compartilhe no Google+ e Twitter

Design e Ilustração por: ChucK Templates