História da mulher que foi ao banco sacar dinheiro



História da mulher que foi ao banco para sacar dinheiro.

A mulher que foi ao banco sacar dinheiro 


Esta história é fictícia.

Narrativa de um caso supostamente acontecido num lugar qualquer. 

O objetivo desta história é só divertir você. Esperamos alcançar assim nosso objetivo, que é, como sempre, divertir nossos leitores de todas as idades, com histórias engraçadas e sem conteúdo que banaliza pessoas.

Positar é um verbo, despositar é outro

               Aconteceu num banco. A cidade, um lugar qualquer. O tempo, não sei. Só sei é que, um dia, Dona Francolina entra na agência e, depois de cumprimentar a todos, pega a senha e aguarda sua vez.
               Ao ser chamada e permanecer calada, o caixa lhe pergunta:
               - Deseja alguma coisa, minha senhora?
               - Claro que desejo! Senão, estou aqui por quê?
               - Sim, mas o que a senhora quer?
               - Eu quero despositar meu dinheiro.
               - Muito bem. – Ele pegou uma guia de depósito e a entregou para ela. – A senhora preenche esta guia e entrega o dinheiro para mim.
               Dona Francolina ficou brava.
               - Por que tá me dando isso, seu moço? – gritou, quase esfregando o papel na cara dele, que se esquivou depressa.
               - Me diz! – Continuou Dona Francolina.
               - Pra senhora fazer o depósito. A senhora não disse que quer depositar?
               - Tem cabimento?! Tá querendo roubar meu dinheiro, rapaz? Tá pensando que’u sou analfabeta, é? Não sou analfabeta, não senhor, ouviu? Seu!
               - Eu, minha senhora? Imagine... (riso forçado) Não estou aqui pra fazer julgamento de ninguém. Muito menos pra roubar os clientes.
               - Pois parece! Tá tentando me enganar pra ficar com meu dinheiro? Vou falar com o gerente! Cadê o gerente?!
               Nem precisou chamar. O gerente já estava ao seu lado.
               - Pois não, minha senhora, o que se sucede?
               - Se sucede que vim na sua agência pra despositar meu dinheiro e esse homem tá tentando me passar pra trás!
               - Tentando te passar pra trás, não, senhora! Veja lá como fala!  – retrucou o caixa, irritado. – A senhora é que tá criando confusão!
               - Calma, calma – apaziguou o gerente. Nessas alturas, a inevitável rodinha já se formara em volta, dos curiosos de plantão.
               - Primeiro, a senhora me explique direitinho o que aconteceu.  Depois, veremos como solucionar o problema.
               - Se o sinhô quer saber, eu vou lhe explicar. Dias atrás eu vim aqui pra positar, abri uma conta e positei o dinheiro que recebi da venda duma casa que eu tinha. Viu, seu moço? E vocês positaram! Hoje tô precisando de dinheiro pra comprar uns troços e vim aqui pra despositar. Entendeu agora? Eu vim aqui hoje pra des-po-si-tar o que eu já po-si-tei – soletrou, mão apontando o passado, como se pretendesse explicar melhor. 
               - O sinhô tá me entendendo, seu moço?  Agora esse aí – aponta o caixa, com raiva – vem me dizer pra positar de novo! Eu já preenchi esta ficha dias atrás! Vem pedir pra preencher de novo?!
               Agora era o gerente quem quase recebia a guia de depósito no rosto. Se não se esquivasse depressa...
               - E o meu dinheiro, o que eu já positei dias atrás, não conta? – continuou Dona Francolina. - Tenho de positar mais, por quê? Só podem tar querendo me roubar!
               - Então é isso? – entendeu por fim o gerente. - A senhora fez um depósito e agora quer fazer um saque?
               - Sei lá que linguagem o sinhô usa, dotô.  Eu só entendo a minha. E a minha é: Eu positei. Agora quero despositar. Se num dia eu ponho, noutro eu desponho.
               - Ah, sim – explicou o gerente -, o caixa entendeu que ao invés de sacar a senhora queria depositar.
               - Mas o senhor não vê que idiotice? Como pode trabalhar aqui um sujeito tão tapado assim!
               Risos.
               Depois ela completou:

               - Positar é um verbo. Eu posito. Você posita. Despositar é outro. 

Postagem de Amorelindo para o blog Conta Outra Piada.

Talvez você esteja interessado em ler mais contos do blog Conta Outra Piada.

Nós te agradecemos por aceitar receber os: Feeds do Conta Outra Piada por e-mail.

 Por favor, considere curtir a: Página de Fãs do blog Conta Outra Piada no Facebook. Muito obrigado!
História da mulher que foi ao banco sacar dinheiro História da mulher que foi ao banco sacar dinheiro Reviewed by José Guimarães on 18:03:00 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.